Sexta-feira, 26 de Março de 2010

Very busy day

Oh god... I'm completly exhausted!

 

Hoje cheguei ao Instituto às 9h e mal cheguei larguei tudo para ajudar a preparar a sala na qual iria decorrer o workshop. Não fosse ser conduzido na língua alemã, parecia ter algum interesse porque se relacionava com como construir projectos de forma a chamar a atenção de possíveis entidades que financiam projectos.

Decidi juntar-me ao grupo. Fiquei toda satisfeita porque consegui apresentar-me em alemão, mas depois os formadores foram simpáticos e disseram-me que eu poderia falar em inglês sem problema (talvez o meu alemão seja tão intragável que eles preferem o meu inglês hehe).

Foi extremamente esgotante, principalmente para quem tem o esforço extra de tentar apanhar a discussão. Mas penso que valeu a pena.

 

Mas a grande aventura de hoje foi mesmo quando já estava de regresso a casa. Um miúdo que estava a fazer uma birra no meio da rua no preciso momento em que ia a passar afasta-se da irmã e pára exactamente à minha frente. Foi um daqueles episódios de slow-motion em que eu digo: Noooooo... e depois para não magoar o miúdo largo a bicicleta, caio quase em cima da miúda que foi a minha salvação para não me espalhar ao comprido no chão. A mãe ficou completamente embaraçada, pensou que me tinha magoado... começou logo a pedir desculpas (Schuldigung, shuldigung...). Mas eu estava era preocupada com o miúdo que começou a fazer beicinho e a agarrar-se à mãe. Mas no fim começámo-nos a rir e pronto...lá segui caminho para casa.

 

O meu receio com esta nova bicicleta é que é tudo muito estranho com os travões. Tenho um travão de mão e um de pedal... E para quem está habituada a andar com os pedais para trás just for fun... travagens bruscas tem sido uma constante. Vá lá ainda não aconteceu nada mais grave do que simplesmente não conseguir por a bicicleta a andar na passadeira e então tive mesmo que carregar com a bicicleta para o outro lado da estrada.

 

E agora vou encontrar-me com a minha colega Andrea para um passeio com mais estudantes. Logo trago notícias.

 

Tschüs!

publicado por Botas às 18:20
link do post | comentar | favorito
|

No folclore europeu surgem recorrentemente umas botas mágicas que permitem a quem as use atravessar sete léguas de cada passo.

Nesta história, uma rapariga viaja de Portugal para Salzburgo, na Áustria, para iniciar a sua vida profissional. Calça assim um par de botas normais; a internet permite-lhe uma maior proximidade de casa.

São só 74 passos e meio de distância.

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
17
19
21
22
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Vienna então

. E assim foi Vienna

. E está confirmado

. Domingo em Innsbruck

. Como se não bastasse...

. What a terrible, terrible...

. Novo começo

. Sábias palavras

. Eu queria ser ninguém

. Vou-me fartar de ver azul...

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009