Sexta-feira, 12 de Março de 2010

Raio dos pombos!

Eu tentei conter-me, tentei. Mas vou ter que escrever acerca dos pombos daqui.

Não são nada medrosos como na minha cidade natal: mal nos aproximamos desatam a correr ou a voar para onde não lhes possam fazer nada.

 

Mas aqui não. Não... Aqui são atrevidos, manhosos e ainda por cima adoram assustar-nos.

 

 

Dois exemplos:

1) Eu tenho tido todo o cuidado por onde ando de bicicleta. Há muito tempo que não andava todos os dias de bicicleta, coisa que aqui é extremamente frequente e a melhor opção. Mas estes pombos quando nos vêem não se afastam do caminho. Não! Ficam a olhar para nós fixamente, parados no mesmo sítio como quem diz: "Eu daqui não saio, desvia-te tu se queres passar sem levar uma cagadela em cima".

 

2) Eu todos os dias quando vou de bicicleta para o instituto passo por um túnel por onde várias pessoas passam para irem para outros lados da cidade e a porra dos pombos estão sempre escondidos e quando passas começam a fazer barulhos. E tu olhas para todo o lado a ver de onde vem o som... e quando dás por ti, saltam do nada e passam por cima de ti a bater energeticamente as asas. Vá lá ainda não levei com nenhum presente em cima.

 

publicado por Botas às 16:13
link do post | comentar | favorito
|

No folclore europeu surgem recorrentemente umas botas mágicas que permitem a quem as use atravessar sete léguas de cada passo.

Nesta história, uma rapariga viaja de Portugal para Salzburgo, na Áustria, para iniciar a sua vida profissional. Calça assim um par de botas normais; a internet permite-lhe uma maior proximidade de casa.

São só 74 passos e meio de distância.

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.Junho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
17
19
21
22
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Vienna então

. E assim foi Vienna

. E está confirmado

. Domingo em Innsbruck

. Como se não bastasse...

. What a terrible, terrible...

. Novo começo

. Sábias palavras

. Eu queria ser ninguém

. Vou-me fartar de ver azul...

.arquivos

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009